Filme brasileiro faz história levando o Cannes da Animação!

263420_528069637221339_140994624_n_1_

189810_634237066604595_1361218567_n

Semana passado ocorreu na França o 53º Festival de Animação de Annecy (o Cannes da Animação), o longa nacional "Uma História de Amor e Fúria", dirigido e roteirizado por Luiz Bolognesi (Bicho de Sete Cabeças) entrou para história do cinema brasileiro, faturando o Prêmio Cristal, honraria dada ao melhor filme do festival.

Para termos uma ideia do nível da parada, nomes como Brian Millher, presidente do Cartoon Network, o cineasta Robert Morgan e o produtor Didier Brunner (As Bicicletas de Belleville) faziam parte do corpo de jurados. E as sempre geniais animações japonesas esse ano representadas por "Berserk Golden Age Arc II" e "Kick-Heart", dessa vez passaram em branco, fatos que valorizam ainda mais essa conquista.

Sinopse:

263420_528069637221339_140994624_n_1_

“Uma História de Amor e Fúria” é um filme de animação que retrata o amor entre um herói imortal e Janaína, a mulher por quem é apaixonado há 600 anos. Como pano de fundo do romance, o longa de Luiz Bolognesi ressalta quatro fases da história do Brasil: a colonização, a escravidão, o Regime Militar e o futuro, em 2096, quando haverá guerra pela água. Destinado ao público jovem e adulto com traço e linguagem de HQ, o filme traz Selton Mello e Camila Pitanga dublando os protagonistas. O longa conta ainda com a participação de Rodrigo Santoro, na pele do chefe indígena e de um guerrilheiro.

A animação levou por volta de 10 anos para ser finalizada, com um orçamento de R$ 4,5 milhões (dinheiro de pinga perto de muitas que vemos por ai).

YouTube Preview Image

Enfim, para os sempre críticos das produções nacionais, olha como um pouquinho de investimento no trabalho de profissionais sérios trazem resultados dignos de aplausos mundiais...

Fontes:

1   2   3

Tagged with:    

About the author /


Related Articles

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*