J-MUSIC – BIOGRAFIA ASIAN KUNG-FU GENERATION

akfg_destruction__wallpaper_by_mark

akfg_destruction__wallpaper_by_mark

Banda de rock japa com fortes influências de Indie Rock, Rock Alternativo, passando pelo Punk e com alguma coisinha de Hardcore Melódico, muitos riffs de guitarra, letras fortes sempre carregadas de um tom emocional. Saindo um pouco do encaixe de gêneros, o importante é que a banda é das boas, mas vamos começar do começo...

Em meados de 1996, três estudantes do clube de música da Universidade Kanto Gakuin (Yokohama) formam uma banda sem grandes pretensões. Eram eles Kensuke Kita (guitarra e vocais), Takahiro Yamada (baixo e vocais) e Masafumi Gotō (Vocal principal e guitarra), pouco tempo depois os rapazes conhecem Kiyoshi Ijichi (bateria), que já fazia parte de uma banda universitária, mas acaba se juntando a eles. E assim estava formado o Asian Kung-Fu Generation.

No início eles mandavam um som em inglês, a própria universidade e os arredores de Yokohama foram os pontos das primeiras apresentações. No ano de 2000, lançaram “Caramelman and Asian Kung-Fu Generation”, o primeiro álbum da banda, parceria com Caramelman. Em seguida, “The Time Past and I Could Not See You Again”, segundo álbum e primeiro solo, novamente com todas as composições em inglês.

Até quem em 2001, “Konayuki”, a primeira composição em japonês, começa a fazer sucesso numa rádio de música independente, logo depois é lançado “I'm Standing Here”, terceiro trabalho da banda dessa vez com todas as músicas em japonês. Os rapazes tocam para um número cada vez maior de espectadores em Tóquio, Shibuya, Shimokitazawa e Kichijo-ji. Em 2002 um mini-álbum, “Houkai Amplifier”, chama atenção da gigante gravadora Sony, e após assinarem o contrato, "Haruka Kanata" (Lugar Distante), se tornou tema de abertura do anime Naruto (em 2003) e crava de vez o nome do Asian Kung-Fu Generation no cenário da música japonesa.

A partir daí a banda foi apelidada pelos fãs e além do nome de batismo passa a ser conhecida também como Ajikan, AKFG e AKG. Além de novos nomes ganharam, ou melhor, conquistaram com muito trabalho um status de banda top.

Foram 4 CD’s de estúdio, 3 coletâneas, incontáveis singles, um festival atrás do outro (Meet the World Beat, Fuji Rock Festival 04, Rock in Japan Fes 04), destaque paro o Nano-Mugen Fes organizado pela Aijikan, bandas japonesas, estrangeiras e óbvio com eles sendo a atração principal. Sem falar nos prêmios ganhos (como o Space Shower Music Video Awards 04, na categoria "Artista revelação", na versão de 2005 da mesma premiação levando na categoria "Melhor Clipe Conceitual", em 2006 "Melhor Video de Grupo"), foram trilha do anime Fullmetal Alchemist com “Rewrite” e do longa Tekkonkinkreet (de Taiyo Matsumoto) com "Aru Machi no Gunjou".

Já em 2007 os caras resolveram descansar da intensa agenda de shows e gravações. Nesse ano a banda lançou seu terceiro DVD, "Eizo Sakuhin Shu 3 Kan”, o Nano-Mugen Fest que vinha sendo realizado ininterruptamente por eles desde 2004, também ganhou uma folga e não foi realizado. Mesmo assim, o ano foi salvo pelo single “After Dark”, que se tornou abertura do anime Bleach.

Depois da calmaria de 2007, o ano de 2008 volta com intensidade total e uma sonoridade diferente, com uma maior maturidade. Mais dois álbuns de estúdio, “World World World” e “Surf Bungaku Kamakur”, alcançando o topo das paradas da Oricon com o primeiro deles, um mini-álbum (“Mada Minu Ashita Ni”), a volta do Nano-Mugen Fest e apresentação no conceituado Weezer Festival, fechando o ano com a turnê "Tour Suicup 2008 ~The Final ~".

Em 2009 as coisas foram pouco movimentadas, dois DVD’s, “Eizo Sakuhin Shu 5 e 6”, alguns festivais, a turnê "Tour 2009: World World World", fechando com o single "Shinseiki no Love Song", mas nada de CD novo. 2010 Começou com o single “Solanin” (trilha do filme que carrega o mesmo nome), lançam "Maigoinu to Ame no Beat", abertura do anime “The Tatami Galaxy”, e no meio do ano o tão esperado disco de inéditas intitulado “Magic Disk”.

AKFG_Albums_by_Locrian66(As capas dos CD's da banda são obra do famoso ilustrador Yusuke Nakamura)

No ano 2011, devido aos desastres naturais que abalaram o Japão, a banda teve que cancelar a turnê que estava em andamento ("Vibration of Music Tour"), e como de costume lançaram músicas novas no Nano-Mugen Fest, “Hikari” e “All Right Part2”. 2012 Começou com single novo do AKFG, “Kakato de Ai o Uchinarase”, composição do guitarrista Kita. Na divulgação do NMF 2012 foi lançada a canção “Yoru o Koete”, e poucos dias antes do mesmo festival foi lançado o single “Sore Dewa, Mata Ashita”, tema do longa “Naruto the Movie: Road To Ninja”. O ano foi encerrado com o novo álbum “Landmak” e com uma turnê promocional do mesmo.

Agora chegando no presente ano de 2013, em fevereiro foi lançado o single “Ima wo Ikite”, trilha de um filme intitulado “Yokomichi Yonosuke”. O AKG acaba de encerrar sua primeira turnê europeia, que passou por Londres (31 de Maio), Paris (2 de Junho) e Colônia (3 de Junho).

asian-kung-fu-generation-4f679d9dad78f

Enfim, o Asian Kung-Fu Generation é daquelas bandas que 9 entre 10 fãs de J-Music curtem, vida longa e produtiva a esses sensacionais músicos de nível mundial, que não devem nada a muitos de ego inflado, endeusados pela mídia...

ÁLBUNS DE ESTÚDIO

Hokai Amplifier

23/04/2003

Kimi Tsunagi Five M

19/11/2003

Sol-fa

20/10/2004

Fanclub

15/03/2006

Feedbackfile

25/10/2006

World World World

05/03/2008

Into Na Unseen Tomorrow

11/06/2008

Surf Bungaku Kamakura

05/11/2008

Magik Disk

23/06/2010

Asian Kung-Fu Generation Presente Nano-Mugen Copilation 2102

27/06/2012

Landmark

25/07/2012

 

SINGLES

Ano

Título

Posições na Oricon

Álbum

2003

Mirai no Kakera

34

Kimi Tsunagi Five M

Kimi to Iu Hana

14

2004

Siren

2

Sol-fa

Loop & Loop

8

Rewrite

4

Kimi no Machi Made

3

2005

Blue Train

5

Fanclub

2006

World apart

1

Aru Machi no Gunjo

4

World World World

2007

After Dark

5

2008

Korogaru Iwa, Kimi ni Asa ga Furu

6

Fujisawa Loser

6

Surf Bungaku Kamakura

2009

Shinseiki no Love Song

4

Magik Disk

2010

Solanin

2

Maiguinu to Ame no Beat

6

2012

Sore Dewa, Mata Ashita

1

Sore Dewa, Mata Ashita

Fontes:

1   2   3

Tagged with:     ,

About the author /


Related Articles

3 comentários

  1. Isa

    Own, eu simplesmente amo Rewrite *0* É uma das minhas músicas de abertura favorita! Asian Kung-fu Generation é realmente uma banda muito boa ^^

  2. Galvão

    Pra ser trilha de FMA tem que ser algo especial mesmo, esse é o caso de "Rewrite"... Os caras mandam bem mesmo, além desses hit's a banda tem um material dos bons que o povo num dá muita atenção...

    Bjs Isa, continue nos acompanhando 😉

    • Isa

      Pois é, FMA tem um ótimo repertório, o que torna ele ainda melhor ^^
      É infelizmente poucas pessoas tem o interesse de conhecer mais de boas bandas como essa... por isso, acho muito legal essa inciativa de vocês em trazer um pouco mais de conhecimento para pessoas que podem vir a se interessar 😀 Parabéns!

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*